.

.

zaterdag 22 februari 2014

O que é tão bom sobre a vida no campo?

Da cidade para o país, onde a vida é boa. Mas o que é tão bom sobre a vida no país?

Vivemos em um 'canto do galo' de nossos vizinhos. Se não há vento e os pássaros não gorjeiam ... é tranquilo. Então, calma, você pode ouvir suas veias génio em sua cabeça. Não há outros sons externos de perto ou de longe.

Há uma caminho de areia e um rio. O rio está seco no verão, mas no inverno ele está fluindo. Se chover muitoouve-se a água correr. Por vezes, a
 estrada é montado por um carro. Então algo acontece. É uma experiência que estamos a falar, como um evento. Além disso, há o trabalho no jardim, a compostagem e as coisas cotidianas, como cozinhar, lavar, limpar a casa e reparos.

Não se distrair por assuntos externos tempo torna-se todas as outras dimensões. Quando este lugar e o tempo fundir, imagem e som criar um espaço em nossa mente. Assim, um por do sol por vezes encontra um timbre. E uma pedra com um desenho ou uma forma particular, cria um sentimento de memória. Observando uma planta saudável traz à mente o desejo de preservar e querer-la florescer para sempre. Querendo manter a sensação do momento deixando-a fossilizar em um coração amando.

Temporadas cadeia e juntos e trazer a luz, se tornar uma cor. O inverno é verde, a primavera é amarelo, vermelho e branco. Verão é de ouro e no outono é cinza escuro ao preto. Então, tudo retorna à terra e vem de novo à vida. O círculo de ser.

*

Nespera:
Música de António Chainho: 'Improviso em mi menor.'

video


***

Google traduzido do Inglês e corrigido, na medida do meu conhecimento passa.

Stella.


Geen opmerkingen:

Een reactie plaatsen